“Na escravidão o trabalhador era vendido. Na terceirização, é alugado” — CartaCapital

Para o sociólogo Ricardo Antunes, professor livre-docente da Unicamp e um dos principais nomes no País sobre os debates do mundo do trabalho, esse movimento contra os trabalhadores já era esperado. Em 1995, no livro Adeus ao Trabalho? (Cortez Editora), Antunes elaborou o conceito que chamou de “escravidão do século XXI” – um mundo do trabalho baseado na precarização e no esgarçamento das relações de trabalho como as conhecíamos até então.

Fonte: “Na escravidão o trabalhador era vendido. Na terceirização, é alugado” — CartaCapital

Deixe uma resposta