Demissão em massa na REVAP

Mais de 600 trabalhadores foram obrigados a entrarem em férias na REVAP e estão sem pagamento. O restante está sendo obrigado a assinarem documentos que retiram todos os benefícios. Os trabalhadores estão denunciando que quem se recusar a assinar é demitido. Ou assina ou manda embora. O cartel de empresas liderado pela gerência da REVAP já está fazendo demissão em massa.

O SINTRICOM não está omisso, mas o trabalhador precisa dar o primeiro passo. Tudo isso que está acontecendo vem sendo denunciado por meio dos nossos boletins. É hora de nós trabalhadores buscarmos reverter essa situação junto aos representantes sindicais. Os trabalhadores devem se reunir e vir até o sindicato para que possamos tomar providências contra essa situação, porque nem Deus pode ajudar aquele que não quer ser ajudado.

Precisamos urgentemente nos unificar novamente junto com os nossos representantes sindicais sob a liderança do nosso atual presidente Ivam Rodrigues. Venha até a sede do sindicato. Adotamos todas as medidas de prevenção e proteção contra o coronavírus para garantir a sua segurança.O SINTRICOM está lutando contra a pandemia para que todos os trabalhadores possam fazer suas denúncias.

Estaremos, nessa semana, atendendo até às 20h para que o trabalhador possa formalizar a sua denúncia. E, mais uma vez, comprovar o que claramente podemos ver: as atitudes ilícitas desse cartel na REVAP.

Deixe uma resposta