Cartel de empresas quer tirar o SINTRICOM dos trabalhadores

Cartel das empresas quer tirar o sindicato dos trabalhadores para não cumprirem os acordos e escravizar os trabalhadores de forma a qual não tenham como se defender. As empresas terceirizadas ELOS, Tecnosonda, EKTOR, IRMAOS PASSAURA, ASPIL, PAUL WURTH, RPM, PLAMENTECH, TEADIT JUNTAS, ELFE, FENITEC, Alvares e Muniz, Engevale, Essencis, ESVJ,Hebert, Millennium, RIP, Vital,Niplan, NM, Falcao Bauer, Método Potencial, Global, Seiton, Estrutural, G&E, que usam de trabalho escravo, estão se reunindo com bandidos e infiltrados nos movimentos do sindicato e que estavam com as empresas para denigrir o movimento dos trabalhadores.

E está escancarado que esses infiltrados querem se apropriar do sindicato para juntamente com as empresas escravizar totalmente os trabalhadores. Nós não podemos deixar isso acontecer! Esse grupo de infiltrados aproveitadores estão ao lado da Petrobrás e das empresas terceirizadas mentindo que querem defender o trabalhador mas a máscara deles já caiu pois estão dizendo a mesma ladainha que o patrão fala para não garantir o salário e o emprego do pai de família.

Foi graças ao atual presidente do SINTRICOM Ivam Rodrigues que o trabalhador conquistou em 2016, 2017, 2018 e 2019 o melhor reajuste salarial do país em unidade de Petrobrás.

Num momento em que muitos sindicatos estão sendo atacados e injustiçados, conseguimos enfrentar toda a truculência da Petrobrás e das empresas terceirizadas e conquistamos na justiça o que é de direito dos trabalhadores mesmo o nosso presidente sendo perseguido, ameaçado e pressionado por alguns representantes da autoridade policial de forma abusiva. E acusações onde não tem fundamentos. Se defender os trabalhadores é crime, então nosso presidente é culpado. A Petrobrás e as empresas terceirizadas tentaram de tudo.

Para impedir as assembleias, colocaram o trabalhador em cárcere privado dentro dos ônibus, teve chefe carcereiro e um monte de “miliciano” armado ameaçando o trabalhador e os dirigentes sindicais. Até mesmo agressão sica por alguns policiais fardados. Isso tudo já foi demonstrado pelo SINTRICOM em vídeos e imagens. Também foi utilizado o uso da força policial, uma importante corporação que garante a segurança em nossa sociedade, mas que infelizmente possui alguns policiais que desonram essa corporação e agiram com interesses próprios para poderem beneficiar a Petrobrás e seu cartel de empresas, tentando intimidar o sindicato e trabalhadores de forma a qual tem colocado a vida de todos em risco.

Deixe uma resposta