TRABALHADORES DA REVAP DECIDEM DAR UM BASTA EM POLÍTICA DE PERSEGUIÇÃO DA PETROBRAS

Na ultima terça-feira (06) o Presidente do SINTRICOM Ivam Rodrigues se reuniu com trabalhadores da REVAP numa assembleia geral, devido a denuncias anônimas de que a Petrobras estaria adotando uma política de perseguição com os trabalhadores já atuantes na refinaria, obrigando que eles apresentassem documentos os quais não foram pedidos na época do processo seletivo, sem conversar com o sindicato, que tem a obrigação de fiscalizar todo processo de contratação de trabalhadores.

O presidente colocou em pauta para os trabalhadores a possibilidade de greve na sexta-feira (09), caso as empresas que prestam serviços para a REVAP não dessem um basta nessa prática que oprime o pai de família. Os trabalhadores votaram a favor de um comunicado de greve caso não fosse resolvido. As empresas foram chamadas para uma reunião emergencial, para que decidissem se vão parar de pedir documentos sem necessidade ou vão permitir que continue acontecendo este absurdo.

O SINTRICOM voltará nesta sexta-feira para realizar uma assembleia, informando aos trabalhadores se as empresas concordaram ou não com a decisão votada na terça.

Deixe uma resposta